Janela partidária em 2018

Deputados federais e estaduais do Paraná aproveitaram a infidelidade partidária “autorizada” pela legislação para mudar de partido. Durante a chamada “janela partidária”, período de 30 dias previsto pela Lei 13.165/2015, os parlamentares podem mudar de sigla sem risco de perder o mandato. Veja os 17 deputados paranaenses que trocaram de partido entre 6 de março e 6 de abril de 2018:

Troca-troca

Veja abaixo quais parlamentares do Paraná, entre deputados estaduais e deputados federais, aproveitaram a “janela da infidelidade partidária” – entre 6 de março e 6 de abril – para mudar de legenda:

  • Deputados estaduais
  • Deputados federais

Em negrito, partidos com mais de uma desfiliação/nova filiação

Deputados estaduais:

Adelino Ribeiro saiu do PSL e foi para o PRP; Ademir Bier saiu do PMDB e foi para o PSD; Cantora Mara Lima saiu do PSDB e foi para o PSC; Felipe Francischini saiu do SD e foi para o PSL; Fernando Scanavaca saiu do PDT e foi para o Podemos; Francisco Bührer saiu do PSDB e foi para o PSD; Gilberto Ribeiro saiu do PRB e foi para o PP; Luiz Carlos Martins saiu do PSD e foi para o PP; Marcio Pauliki saiu do PDT e foi para o SD; Mauro Moraes saiu do PSDB e foi para o PSD; Missionário Ricardo Arruda saiu do PEN e foi para o PSL; Rasca Rodrigues saiu do PV e foi para o Podemos.

Deputados federais:

Alfredo Kaefer saiu do PSL e foi para o PP; Aliel Machado saiu da Rede e foi para o PSB; Diego Garcia saiu do PHS e foi para o Podemos; Delegado Francischini saiu do SD e foi para o PSL; Osmar Serraglio saiu do PMDB e foi para o PP.

Fonte: Assembleia Legislativa do Estado do Paraná (Alep), Câmara dos Deputados e Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Infografia: Gazeta do Povo.

Veja mais infográficos sobre Paraná