PUBLICIDADE

Transporte de cocaína do Brasil para o mundo

A produção e tráfico de cocaína estão crescendo rapidamente no mundo. No Paraná estão sendo apreendidas várias toneladas da droga em estradas e navios.

Leia mais: A cocaína que viaja de navio: camuflagem eleva tráfico a nível recorde

A rota do tráfico

Depois de quase uma década em baixa, a produção de cocaína voltou a subir nos últimos anos.

Infográfico:

Com isso, o tráfico da droga também vem aumentando, principalmente via marítima:

Apreensões de cocaína no mundo

Em toneladas

Infográfico:

A Organização Mundial das Aduanas, mostra a utilização das vias marítimas para o tráfico de cocaína:

Infográfico:


No Paraná, as apreensões de cocaína também estão em alta:

Nas estradas, a droga mais encontrada pela Polícia Rodoviária Federal é a maconha, mas o número de apreensões de cocaína foi a que mais cresceu :

Quilos de cocaína apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal nas estradas

Infográfico:


A Receita Federal em Paranaguá, que atua na zona primária aduaneira e tem acesso às cargas importadas e exportadas, também apreendeu mais cocaína com o passar dos anos:

Quilos de cocaína apreendidos pela Receita Federal em Paranaguá

Infográfico:

Para onde vai a droga

Apreendida no porto de Paranaguá

Quilos que sairiam do porto por país de destino, de 2016 a 2019

Infográfico:


A droga que saiu do Brasil

Mesmo com a ampliação das ocorrências internas, cargas exportadas via Paranaguá chegam ao destino com drogas.Veja dois casos recentes:

30 de junho de 2019
A Aduana do Senegal informou ter localizado um total de 1 tonelada de cocaína no Porto de Dakar, em duas apreensões, feitas nos dias 30 e 26 de junho. A droga estava em um lote de veículos que saiu do Brasil via Porto de Paranaguá com destino para a Angola.

6 de abril de 2019
Em um contêiner em trânsito no Porto de Gioia, no sul da Itália, foram apreendidas 450 kg de cocaína, carga estimada em 90 milhões de euros pelas autoridades locais. A carga saiu de Paranaguá e tinha como destino final o Porto Saíde (Egito)

Infográfico:

Fonte: UNODC, Receita Federal, Polícia Rodoviária Federal, WCO, Redação. Infografia: Chantal Wagner / GP

Saiba mais na matéria completa